Banner 1
Banner 1

Dicas de Saúde

Diabetes Tipo 1, Você Sabe o Que É?

Entenda as Causas, Sintomas e Tratamentos do Diabetes Tipo 1

Avalie este post

O Diabetes Tipo 1, também conhecido como diabetes insulinodependente, infanto-juvenil e imunomediado, pode ocorrer em qualquer idade, porém, é mais comum em crianças, adolescentes e adultos jovens.

O diabetes ocorre quando há um acúmulo de açúcar (glicose) na corrente sanguínea. O organismo precisa de energia para funcionar normalmente, essa energia é produzida dentro das células em um processo de quebra da glicose.

Para isso, a glicose precisa entrar nas células.

Veja Também: Médico Cria Programa Polêmico para Reverter o Diabetes Tipo 2 e o Pré-Diabetes

Existe um controle dessa entrada de glicose nas células, esse controle é feito pelo hormônio insulina.

Quando não há produção da insulina ou mesmo a insulina não consegue desempenhar sua função, a glicose não entra nas células e se acumulam na corrente sanguínea.

dicasdesaude.blog.br-diabetes-tipo-1-voce-sabe-o-que-e

>> Tudo Sobre Diabetes e Controle da Glicose:

 

(VÍDEO) Diabetes tipo1 e insulina: entendendo do assunto

[videoyt]

[/videoyt]

 

(VÍDEO) Diferenças entre diabetes tipo 1 e tipo 2?

[videoyt]

[/videoyt]

 

(VÍDEO) Diabetes tipo 1

[videoyt]

[/videoyt]

 

Causas do Diabetes Tipo 1

Você é diabético? - Estamos aqui para ajudá-lo‎

Você é diabético? – Estamos aqui para ajudá-lo‎

O diabetes tipo 1 ocorre em pessoas com uma falha no sistema imunológico. Nesta falha, as células de defesa atacam os tecidos do próprio organismo.

Este processo é chamado de doença autoimune. Isso acontece por herança genética e ainda tenha exposição há alguma infecção viral.

As células de defesa atacam as células do pâncreas que produzem a insulina, com isso, o pâncreas para de produzir o hormônio. Sem produzir a insulina, a glicose não entra nas células, se acumulando na corrente sanguínea, causando o diabetes tipo 1.

 

Sintomas do Diabetes Tipo 1

Os sintomas do diabetes tipo 1 surgem rapidamente, diferente dos sintomas de diabetes tipo 2, que surgem aos poucos. Os mais comuns são:

  • Sede excessiva;
  • Vontade frequente de urinar;
  • Perda súbita e inexplicável de peso;
  • Aumento da fome;
  • Visão embaçada;
  • Cansaço;
  • Forte odor no hálito;
  • Feridas com cicatrização lenta;
  • Açúcar na urina;
  • Sensação de alfinetadas nos pés;
  • Pele prurida;
  • Presença de infecções vaginal e da bexiga;
  • Perda de consciência.

Além destes, existe uma condição muito perigosa, chamada de cetoacidose diabética, que só ocorre no diabetes tipo 1.

Nessa situação, como o organismo não consegue energia através da glicose, começa a quebrar proteínas dos músculos e a gordura em estoque.

Nesse processo são produzidos também muitos ácidos, chamados de cetoácidos.

Em condições em que o organismo produz muitos cetoácidos, em casos mais severos de diabetes tipo 1, o PH do sangue diminui bastante.

Essa diminuição causa diversos sintomas e leva a uma condição muito séria, podendo levar a pessoa a morte.

 

Sintomas da cetoacidose:

  • Pele avermelhada, quente e seca;
  • Perda de apetite;
  • Dor abdominal e vômitos;
  • Um odor frutado e forte na respiração, chamado de hálito cetônico;
  • Respiração rápida e profunda;
  • Agitação ou sonolência, dificuldade para acordar e até coma.

 

Tratamentos do Diabetes Tipo 1

Como no diabetes tipo 1, o pâncreas não produz insulina, o tratamento é basicamente com reposição do hormônio através da aplicação constante de insulina.

Porém, é necessário que o diabético tipo 1 tenha uma vida saudável. Principalmente ter sempre um acompanhamento médico.

 

Veja alguns tratamentos do diabetes tipo 1:

  • Dietas com Menos Açúcar
  • Aplicação de Insulina
  • Medicamentos
  • Exercícios Físicos

O diabetes tipo 1 não tem cura, apenas tratamentos para uma melhor qualidade de vida, é possível até diminuir os gastos com medicamentos, com os cuidados certos.

ATUALIZADO: 28.11.16 (INFOGRÁFICO)

medico emagecer mulher azul

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ »

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.