O que é Bioplastia?

A Bioplastia é mais uma alternativa encontrada para modificar e modelar o corpo

A todo o momento, pessoas se encontram insatisfeitas com seus próprios corpos. Não gostam do que olham no espelho.

Por isso, recorrem a métodos cirúrgicos muitas vezes com possibilidades de efeitos colaterais. São utilizados, por exemplo:

Botox;

Prótese de silicone;

Lipoaspiração;

Braquioplastia.

Tendo em vista a necessidade dos clientes de corrigirem suas “imperfeições” e se adequarem aos padrões estéticos que consideram adequados, o cirurgião plástico de nome Almir Moojen Nacul inovou com um método diferenciado, a Bioplastia.

o que é bioplastia

O que é Bioplastia? A opção sem cortes

O grande problema da maioria das cirurgias plásticas clássicas é o corte. As incisões feitas, ainda que com cicatrizes pequenas, perturba e amedronta muita gente.

Com base nelas e analisando uma forma de extinguir esses danos, foi desenvolvida a Bioplastia.

A Bioplastia seria então a prática de aplicação de substâncias sintéticas ou biológicas em camadas intrínsecas como os músculos subcutâneos.

Essa aplicação é feita com a utilização de minúsculos aparatos (microcânulas) para a inserção do material e, assim, apenas os benefícios estéticos ficam visíveis.

Quais materiais são usados?

Atualmente, para esta técnica foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) apenas o uso da substância polimetilmetacrilato (PMMA).

O PMMA é um material compatível com a pele que não causa danos normalmente. Ele é muito utilizado também para a efetivação de cirurgias ortopédicas, em implantes para reparação do ossos, crânio e até mesmo em cirurgias dentárias.

Fisicamente, ele é formado por grãos sólidos, sem capacidade de formar atrito (são lisos) e de tamanho igual a, aproximadamente, 50 micrômetros em diâmetro.

Ele se associa a proteínas da pele e forma uma camada de volume que depende da reação do corpo com o material. Logo, o resultado da operação varia a cada paciente.

A Bioplastia é permanente?

Essa técnica contém certo grau de segurança, pois não exige anestesia geral nem tempo após de recuperação em repouso. Apesar disso, estudos apontam inúmeros riscos pós-cirúrgicos.

Contudo, é fundamental ter conhecimento de que ela é permanente, ou seja, não há possibilidade de arrependimento depois de feita.

É uma opção viável para quem tem certeza daquilo que deseja aplicar e se encontra “nas mãos” de um médico de confiança e sua equipe.

Caso surjam graves problemas, o médico recorrerá a alternativas cirúrgicas para drenar o material se isso for possível no caso.

A maneira como se fará o trabalho é crucial para um resultado bem finalizado. A Bioplastia exige um profissional competente em sua área para que não surjam efeitos colaterais.

Para quais correções a Bioplastia é indicada?

Indica-se a Bioplastia para a resolução de diversas correções estéticas. Seus usos são direcionados a:

Aumento dos glúteos;

Aumento das panturrilhas;

Afinamento das pontas nasais;

Atenuação de rugas;

Aumento de maçãs do rosto;

Aumento de membros inferiores;

Preenchimento de bíceps;

Preenchimento facial;

Engrossamento de lábios;

Contorno da mandíbula;

Tratamento de marcas na região frontal dos sulcos nasolabial;

Alívio estético de cicatrizes;

Correção do queixo.

Contraindicações

Existem contraindicações para essa operação. Pelo fato de que os grãos do PMMA se associam ao colágeno, pessoas com colagenopatia, infecções na área a ser implantada, bem como inflamações ou varizes na mesma.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*