Banner 2
Banner 2

Dicas de Saúde

Você Está Em Risco de Desenvolver o Diabetes Tipo 2?

Veja como se prevenir contra o Diabetes Mellitus

Avalie este post

Esta é uma das principais causa de mortes na América e talvez você nem saiba o que seja esta doença.

O diabetes tipo 2 (também chamado de dependentes da noninsulina) está aumentando muito entre adultos e crianças em todo o mundo.

Esta condição crônica pode se manifestar de duas maneiras: ou o pâncreas não produz insulina suficiente ou o corpo não usa corretamente a insulina para entregar a energia da glicose para as células.

Ao longo do tempo, acumulam-se quantidades excessivas de glicose no sangue, levando a várias complicações de saúde, algumas das quais podem ser fatais.

Felizmente, você pode controlar o diabetes, alterando seu estilo de vida e utilizando medicamentos sob a supervisão de um médico qualificado.

 

>> Tudo Sobre Diabetes e Controle da Glicose:

 

(VÍDEO) Diabetes Tipo 2
[videoyt]
[/videoyt]

 

(VÍDEO) COMO CURAR O DIABETES TIPO 2 SEM REMÉDIOS !!
[videoyt]
[/videoyt]

 

(VÍDEO) Diferenças entre diabetes tipo 1 e tipo 2?
[videoyt]
[/videoyt]

 

Os sintomas são sutis

Existem pelo mundo, milhões de pessoas com diabetes, mas apenas algumas são diagnosticados de acordo com a Associação de Diabetes.

Você pode não ter nenhuma ideia se tem ou não diabetes, até que a doença apresente os seus níveis perigosos.

Isso ocorre porque a condição geralmente não produz sintomas evidentes nos primeiros estágios.

 

Você também pode ter esses sintomas iniciais por causa do estresse, excesso de trabalho e fadiga:

  • Micção e aumento da sede
  • Fome excessiva
  • Perda de peso inexplicada
  • Fraqueza
  • Náuseas
  • Distúrbios visuais
  • Dormência nas extremidades
  • Cicatrização lenta de feridas na pele

A diabetes tipo 2  faz com que as pessoas  experimentem  infecções fúngicas e infecções do trato urinário de forma frequente.

 

Se o diabetes não for tratado

Diabetes pode afetar todas as células do corpo, incluindo os vasos sanguíneos e os nervos.

Se você não conseguir controlar os picos de açúcar no sangue, é mais provável que a experiência danifique danifique o nervo, provoque má circulação sanguínea, problemas de visão, danos nos rins, doença de Alzheimer, doença periodontal, doença cardiovascular e úlceras do pé.

Em última análise, você perderia sua visão, experimentaria um ataque cardíaco ou derrame e sofreria de insuficiência renal.

Caso o diabetes não seja tratada corretamente, você poderia sofrer uma ampuração dos dedos do pé ou de seu pé.

 

Aqueles com alto risco

Você deve aprender sobre seus fatores de risco para o diabetes, para cuidar de sua saúde e solicitar o teste de diagnóstico.

O diabetes do tipo 2 não discrimina: pessoas, ele pode desenvolver-se em pessoas de todas as idades e de todas as origens.

No entanto, algumas pessoas estão em um risco mais elevado do que outros, incluindo as seguintes:

  • Aqueles que passaram dos 45 anos.
  • Excesso de peso
  • Pessoas com depósitos de gordura excessivos no abdômen
  • Sedentários
  • Ter uma história familiar de diabetes
  • Ter hipertensão ou níveis elevados de colesterol

 

Exames médicos

Se você se encaixa em uma das categorias acima, ou então experimenta alguns sintomas, basta um simples exame de sangue do seu médico para fornecer um diagnóstico definitivo.

O teste mais recomendado e preciso é o teste de hemoglobina (A1C) glicosilada, que fornece uma leitura de seus níveis médios de açúcar no sangue ao longo de dois a três meses anteriores.

Se este teste não está disponível no seu consultório médico, os teste de glicemia de jejum ou um teste de tolerância à glicose oral pode ser usado, pois fornecem resultados confiáveis.

 

Gerenciamento do diabetes tipo 2

Dependendo da gravidade de sua condição, você pode realizar um tratamento com o seu médico ou então consultar um especialista para a sua condição.

Procure um endocrinologista experiente que poderá orientar corretamente o seu tratamento.

Em alguns casos, você pode inverter os perigos do diabetes com perda de peso, exercício e uma dieta saudável.

Mas para muitas pessoas, a condição é crônica e exige cuidados permanentes pelo resto da vida.

Este gerenciamento inclui o monitoramento frequente do açúcar no sangue, adoção de uma dieta de baixo índice glicêmico, prática de exercícios regulares e possivelmente, tomar medicamentos orais ou administrar injeções de insulina para manter o açúcar no sangue estável.

Com estes cuidados, juntamente com visitas regulares ao seu médico, você reduzirá os riscos e complicações, desfrutando de uma vida normal.

Ficou com alguma duvida ou tem Sugestões deixe abaixo nos comentários, sua opinião ou critica é muito importante.

medico emagecer mulher azul

 

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

– 10 INCRÍVEIS REMÉDIOS CASEIROS PARA ESCARAS (ATUALIZADO)
– 25 REMÉDIOS PARA TRATAR A DERMATITE SEBORRÉICA
– COMO SABER SE ESTOU GRÁVIDA SEM EXAMES: 3 TESTES TRADICIONAIS
– 10 REMÉDIOS CASEIROS PARA DOENÇA DE CROHN (ATUALIZADO)
– 10 REMÉDIOS CASEIROS PARA HÉRNIAS DE HIATO (ATUALIZADO)
– REMÉDIOS CASEIROS PARA A SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL (IBS)
– APRENDA UMA SIMPATIA PARA ENGRAVIDAR DE GÊMEOS NATURALMENTE
– 15 REMÉDIOS PARA TRATAR TINEA VERSICOLOR
– COMO SABER SE ESTOU GRÁVIDA NA PRIMEIRA SEMANA?
– PÃO INTEGRAL É MESMO UMA BOA OPÇÃO NO CONTROLE DO DIABETES?
– 20 REMÉDIOS CASEIROS PARA AUMENTAR ESPERMA (FERTILIDADE)
– QUAL A ALTURA E PESO IDEAL PARA CADA IDADE?
– CARDÁPIO DIETA DIABÉTICOS: ALIMENTAÇÃO PARA DIABÉTICOS
– DIETA DIABETES TIPO 2: NOVO CARDÁPIO DE NUTRICIONISTA
– 25 REMÉDIOS PARA TRATAR IRRITAÇÕES NA FACE
– PRINCÍPIO DE INFARTO SINTOMAS QUE VOCÊ PRECISA TER ATENÇÃO

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.