Dicas de Saúde

Endometriose no Intestino – Sintomas e Tratamento

Descubra os Sintomas e Tratamento da Endometriose no Intestino

Para o bebê se desenvolver, ele precisa se fixar em um local apropriado no corpo da mãe, onde há condições essenciais para o seu fortalecimento e proteção. Esse tal lugar é um tecido do corpo feminino chamado Endométrio.

Quando o endométrio cresce em condições anormais, ocorre uma doença chama Endometriose.

O Que é Endometriose Intestinal

O endométrio cresce revestindo a parede do útero principalmente no período de fertilidade, quando hormônios o estimulam para a chegada do feto. Se não ocorre ovulação, o endométrio é descamado para ir se regenerando e preparando para um novo ciclo.

Na endometriose intestinal, o endométrio não se distribui por dentro do útero, mas sim fora dele, no intestino.
O tecido, que sai do seu lugar habitual, não deixa de agir normalmente. Ele cresce durante o período fértil fora do útero mesmo e se desfaz durante a menstruação.

Porque a Endometriose Pode Acontecer

As causas da endometriose são ainda nebulosas para a ciência. O que se tem realmente são teorias que tentam desvendar o aparecimento desse tecido fora de seu lugar de origem.

Elas incluem:

  • No decorrer de alguma menstruação, o sangue da mulher voltou para o corpo indo até o interior da pélvis; as células endometriais que havia no sangue se alojaram na parede dos tecidos próximos e ali se estabeleceram;
  • Partes do endométrio poderiam ter sido levadas a outros locais por condução do sangue;
  • Células peritoneais (formam a parede inferior do abdômen) se transformaram em células endometriais por algum fator biológico;
  • Células-tronco (sem tecido específico) se transformaram em células do endométrio por ação dos hormônios.

Endometriose no Intestino Sintomas e Tratamento

Sintomas da Endometriose Intestinal

A endometriose intestinal assim como as outras vai afetar com intensidade a região abdominal.

Com isso, vale a pena prestar atenção nas dores de barriga que se assemelham a cólicas, mas com forte intensidade de dor.

Cólicas extremamente dolorosas não são normais e merecem uma visita ao ginecologista!

  • Fortes cólicas no intestino. A dor das contrações costuma aumentar conforme passa o tempo.
  • Inchaço pode acompanhar e até deixar mais claro o local da invasão.
  • Dor ao evacuar. Como o órgão está sendo ferido pelo endométrio, força-lo pode causar dores.
  • Episódios constantes tanto de intestino preso quanto de diarreias, pois o funcionamento dele não é regular.
  • Sangramento ao defecar.
  • Enjoos frequentes com vômitos ou apenas náuseas.
  • Dor por toda a área do abdômen, da pélvis e do reto.
  • Dor durante o ato sexual.

A intensidade e ocorrência dos sintomas dependem da forma com a qual o tecido endometrial se fixa no intestino.

Quanto mais feridas no intestino a fixação causar, mais fortes serão as dores e mais sintomas sugiram.

Endometrioses pouco graves no intestino podem até mesmo não provocam todos os sintomas.

Como Tratar a Endometriose no Intestino

Nos dias de hoje, a endometriose já pode ser tratada com preservação da fertilidade da mulher e da integridade de seus órgãos internos. Existem duas maneiras convencionais de se tratar essa doença: por remédios ou por cirurgia.

A escolha do tratamento vai depender da vontade da mulher de engravidar futuramente e a gravidade de sua endometriose intestinal.

Tratamento por Remédios

Um conjunto de medicamentos para dor e para alterações hormonais são passados ao paciente para serem tomados todos os dias.
Isso serve para aliviar as dores da endometriose e forçar a destruição do tecido endometrial.

Não há como precisar a duração dessa alternativa, pois ela varia conforme o doente. Além disso, é uma boa alternativa para se manter a fertilidade. Ela pode não ser definitiva.

Tratamento por Cirurgia

Como formas de se curar a endometriose existem duas cirurgias viáveis.

Numa, os órgãos de reprodução não são removidos e a fertilidade é totalmente conservada, mas o tecido pode voltar a se desenvolver exterior ao útero; em outro, é feita uma histerectomia e não há chance posterior de se engravidar nem de ter novamente a endometriose intestinal.

Entenda um Pouco Mais Sobre a Endometriose (VÍDEO)

Mitos e Verdades Sobre a Endometriose (VÍDEO)

Endometriose no Intestino – Sintomas e Tratamento
Avalie este post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.