Frutas que Curam Gastrite

Existem, no mercado farmacêutico, drogas para acalmar e tratar as crises de gastrite e melhorar o quadro, porém, a doença pode ser causada tanto por uma dieta rica em alimentos nocivos (citados posteriormente) como por níveis elevados de irritabilidade nos seres humanos.

O preço dos remédios, suas restrições de horários e efeitos colaterais por uso exagerado, não ajudam quando o seu surgimento é periódico.

Nesses casos, uma rotina de alimentação adequada é a proposta que melhor se adequá, alivia e, enquanto está ocorrendo, cura a crise de gastrite.

(VÍDEO) O que comer para aliviar os sintomas de Gastrite

Frutas que Curam Gastrite

Limão

O limão é uma fruta que, apesar de ser ácida no cotidiano, torna o meio gástrico alcalino e acalma a situação digestiva.

A maneira correta de utilizá-lo é misturando seu suco com água.

Maçã

As maçãs possuem a pectina, uma substância capaz de se associar as gorduras ingeridas durante a digestão e ajuda na eliminação destas.

Além disso, sua alta capacidade de aglomerar-se forma uma espécie de sumo protetor do estômago contra o ácido digestivo.

Pera

Rica em fibras, vitaminas do complexo B, vitamina A e vitamina C, sais minerais e antioxidantes, beneficia consideravelmente o corpo e controla a gastrite nervosa.

Dentre os bens que a pera promove estão: diminui a fome, promove saciedade, controla o nervosismo, faz a manutenção das células epiteliais (o que fortalece a parede estomacal), potencializa as defesas do organismo, proporciona energia e combate os radicais livres, retardando o envelhecimento celular.

Com tudo, o estômago possuirá através da pera fortalecimento, previne-se de agentes infecciosos e maior metabolismo celular.

frutas-que-curam-gastrite

Frutas a Evitar

Todas as frutas cítricas podem acabar por exorbitar a gastrite aguda, pois elas detêm nível elevado de acidez.

Laranja

Apesar de ser cheia de vitamina C e antioxidantes, que fortaleceriam as células do corpo, sua acidez ainda interfere negativamente na formação de inflamações no trato digestivo.

Limão

Talvez pareça contraditório, mas o limão em excesso e tomado sempre no período de jejum prejudica o órgão.

Nessas circunstâncias, a sua ação beneficiadora se reverte e o quadro se agrava ou, até mesmo, passa a acontecer.

Sobre o autor deste artigo

Marcos Aurelio - Imagem do escritor do artigoRedator do site Dicas de Saúde é formado em enfermagem e trabalha com tratamento de feridas. Ama a profissão através do cuidado da saúde dos pacientes além de escrever sobre saúde e acrescentar algo na vida das pessoas.