Dicas de Saúde

O Que É Alopecia Universal?

Como Diagnosticar e Tratar a Alopécia Universal?

Você precisa saber O Que é Alopecia Universal! Se você percebeu que de repente seu cabelo começou a cair, e quando menos espera, se depara com uma falha em seu cabelo, normalmente, de formato circular, onde não existe pelos ou cabelo? Fique atenta! 

O que é Alopecia Universal?

Alopecia é uma doença que causa a queda do cabelo, e é provocada por uma inflamação, além de outros fatores como a genética e causas autoimunes.

o que é alopecia universal

Você Sabe O Que É Alopecia Universal?

Quando você sofre deste tipo de problema, você nota que seus fios começam a cair, e como consequência, resulta mais em falhas circulares, sem pelos ou cabelos. Este é um sinal de alerta!

O tamanho deste circulo sem pelos pode variar, sendo que, em alguns casos, poucas regiões são afetadas e em outros casos, uma área maior pode ser notada.

Em casos mais raros, a alopecia total, pode atingir todo a extensão do couro cabeludo e neste caso, a pessoa perde todo o cabelo da cabeça. Além disso, em alguns casos, a pessoa pode perder também todos o pelos do corpo, resultado da alopecia universal.

É Alopecia é Contagiosa?

É importante dizer que a alopecia universal não é contagiosa e fatores emocionais, traumas físicos e quadros infecciosos podem desencadear ou agravar ainda mais o quadro, elevando a extensão das lesões.

Não é possível prever o aparecimento da alopecia universal, que atinge cerca de 5% dos pacientes com este quadro clínico, e tem como sintoma o desaparecimento de todos os pelos do corpo.

No entanto, vale lembrar que, em razão da doença não destruir os folículos capilares, é possível recuperar a área inicialmente lesionada, e, com tratamento adequado, ver surgir novos pelos ou cabelos na região.

Isso acontece porque, enquanto dura a inflamação, os folículos ficam inativos, impedindo a permanência e crescimento dos pelos, com o tratamento para a inflamação.

Quais Os Sintomas Da Alopecia?

A alopecia universal pode iniciar como alopecia areata, lesionando cerca de uma ou duas pequenas mechas de cabelo e evoluir para a alopecia universal, ocasionando o aumento das áreas sem pelos, até que o corpo fique totalmente sem pelos.

A perda dos pelos é o sintoma mais observado na alopecia.

Como Confirmar o Diagnóstico de Alopecia?

A confirmação do diagnóstico pode ser feita pelo dermatologista por meio de uma avaliação do quadro clinico, e histórico médico, além da análise quanto a ausência ou perda acentuada de pelos pelo corpo.

Quanto a exames, em alguns casos, o médico pode recomendar uma biópsia para confirmar a doença e outras condições da pele.

Qual É O Tratamento Da Alopecia?

O tratamento escolhido leva em consideração alguns aspectos:

  • a idade da pessoa
  • do histórico médico
  • a gravidade da queda de cabelo.

O manejo do estresse pode diminuir os efeitos exacerbados da perda dos pelos.

Quais Medicamentos Mais Utilizados No Tratamento?

Embora não haja tratamento com garantia de resolução, alguns dos medicamentos mais indicados incluem:

  • Difenilciclopropenona: Droga tópica que tem tido sucesso em alguns pacientes.
  • Ácido Squaric dibutiléster: Este é outro medicamento também utilizado por alguns dermatologistas no tratamento da alopecia areata.
  • Esteróides: Eles tem por principal função acalmar a resposta imunológica e a inflamação, aumentando a imunidade, diminuindo a inflação e consequentemente, melhorando a produção de pelos pelo corpo.
  • Ciclosporina: Droga imunossupressora, que quando utilizado combinado com um esteroide chamado metilprednisolona.

Apesar de todas as medicações, a recuperação dos fios não é uma garantia, e os dermatologistas ainda não obtiveram exito em relação ao sucesso do tratamento de forma eficaz e eficiente, para todos os pacientes, de modo que o sucesso ao tratamento está relacionado a forma como cada organismo vai reagir.

É Possível Prevenir a Alopecia?

Ainda não há meios de prevenção da doença pois as suas causas são desconhecidas, e podem variar de caso a caso. No entanto, há algumas dicas para que a pessoa se sinta melhor com os sintomas causados pela doença.

Veja agora algumas dicas pra te auxiliar nesta tarefa!!

Como Conviver Com a Doença?

Primeiro passo é entender que é uma condição que pode ser resolvida, portanto, é possível que se recupere e volte a ter os cabelos de sempre.

Enquanto durar esse período, você pode utilizar algumas técnicas para se sentir melhor e ainda lançar mão de acessórios que vão te deixar ainda mais estilosa e linda!

Super Dicas!

  • Você pode procurar saber mais sobre a doença porque entender a condição, pode te ajudar a compreender a evolução da doença e reduzir a ansiedade.
  • A maquiagem pode ser uma grande aliada para minimizar a aparência da perda do cabelo.
  • Acessório é vida! Se você investir em perucas, chapéus e lenços para proteger a cabeça, vai perceber que, além de estilosos, podem te deixar com o visual mais moderno.
  • Por se tratar de uma doença ligada a emoção, é importante reduzir o estresse, isso porque as crises agudas de queda podem se associar a períodos críticos de estresse, como problemas no trabalho ou na família, traumas, perdas, cirurgias, acidentes, e outras situações de tensão etc.
  • Se alimente bem e tenha uma rotina que inclua pausas para fazer higiene mental, seja lendo um livro, ouvindo uma música, meditando, se exercitando… Enfim, fazendo coisas que lhe dão prazer e aumente a sensação de bem estar. Tudo isso aumenta a sua imunidade e te ajuda bastante no tratamento.

Apesar de não ser uma doença grave, capaz de levar alguém a quadros clínicos mais delicados, pode ser que afete o lado emocional, levando a queda na autoestima. Por essa razão, é possível buscar ajuda em grupos de apoio que estão disponíveis para ajudar a lidar com possíveis efeitos psicológicos.

Por essa razão, é possível buscar ajuda em grupos de apoio que estão disponíveis para ajudar a lidar com possíveis efeitos psicológicos.

Veja Mais Sobre O Que É A Alopecia Universal ( Vídeo)

 

Se Você Gostou Deste Artigo, Veja Também:

O Que É Alopecia Universal?
Avalie este post

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.