Dicas de Saúde

O Que é Comer Emocional?

Saiba o que é Comer Emocional

Comer emocional é quando as pessoas usam a comida como uma forma de lidar com sentimentos em vez de satisfazer a fome.

Comer emocionalmente pode afetar o peso, saúde e bem-estar geral.

Muitos de nós não fazemos a conexão entre comer e nossos sentimentos.

Mas compreender o que impulsiona a comer emocional pode ajudar as pessoas a tomar medidas para alterá-lo.

Um dos maiores mitos sobre comer emocional que é solicitado por sentimentos negativos. Sim, as pessoas muitas vezes procuram comida quando está estressado, solitário, triste, ansioso ou aborrecido.

Mas comer emocional pode estar ligado a sentimentos positivos também, como o romance de partilha de sobremesa no dia dos namorados ou a celebração de uma festa de férias.

Às vezes comer emocional está ligado aos eventos principais da vida, como uma morte ou um divórcio. Mais frequentemente, são os inúmeros esforços diários que causa alguém a procurar conforto ou distração na comida.

Padrões alimentares emocionais podem ser aprendidos: uma criança que é dada a doce após uma grande conquista pode crescer usando chocolate como recompensa por um trabalho bem feito.

Um garoto que é dado cookies como uma maneira de parar de chorar pode aprender a vincular os cookies com conforto.

Não é fácil de “desaprender” padrões de comer emocional. Mas é possível. E começa com uma tomada de consciência do que está acontecendo.

 

>> Recomendamos Para Você:

 

(VÍDEO) Comer Emocionalmente/Ansiedade pela Comida
[videoyt]
[/videoyt]

 

(VÍDEO) Você tem fome de quê? Como combater a vontade de comer (fome emocional)
[videoyt]
[/videoyt]

 

(VÍDEO) Psicóloga fala sobre FOME EMOCIONAL
[videoyt]
[/videoyt]

 

Alimentos de Conforto

Todos nós temos nossos próprios alimentos de conforto. Curiosamente, eles podem variar de acordo com o humor e gênero.

Um estudo descobriu que as pessoas felizes parecem querer comer coisas como pizza, enquanto as pessoas tristes preferem sorvetes e biscoitos.

Pessoas entediadas querem salgados, coisas crocantes, como batatas fritas.

Os pesquisadores também descobriram que os caras preferem refeições quentes caseiras de conforto, como carnes e ensopados. As meninas vão para o chocolate e sorvete.

Isso levanta uma questão curiosa: Será que ninguém se consola com cenouras e aipo? Os investigadores estão olhando para isso, também.

O que eles estão descobrindo é que alimentos ricos em gordura, como sorvete, pode ativar certas substâncias químicas no corpo que criam uma sensação de contentamento e satisfação.

Esta qualidade quase viciante pode realmente fazer você chegar para esses alimentos novamente quando se sentir chateado.

 

A Fome Física Contra a Fome Emocional

O problema com comer emocional (além dos problemas de saúde) é que uma vez o prazer de comer é ido, os sentimentos que causam permanecem.

Você pode perguntar a si mesmo estas perguntas sobre sua alimentação:

  • Eu vou comer porções maiores do que o habitual?
  • Eu vou comer em horários incomuns?
  • Eu sinto uma perda de controle em torno da comida?
  • Estou ansioso por algo, como a escola, uma situação social, ou um evento onde minhas habilidades podem ser testadas?
  • Houve um grande evento na minha vida que eu estou tendo problemas para lidar com?
  • Estou acima do peso, ou que tenha havido recentemente um grande salto no meu peso?
  • As outras pessoas da família usam comida para acalmar seus sentimentos também?

Se você respondeu sim a muitas destas perguntas, então é possível que a alimentação tornou-se um mecanismo de enfrentamento em vez de uma forma de alimentar o seu corpo.

 

Quebrando o Ciclo

Por exemplo, você vem para casa depois da escola todos os dias e automaticamente para a cozinha?

Pare e pergunte a si mesmo: “Estou realmente com fome?” É o estômago roncando? Você está tendo dificuldade de concentração ou irritabilidade?

Se estes sinais apontam para a fome, escolha algo leve e saudável para tomar a borda fora até o jantar.

Não está realmente com fome? Se o pós-escola a comida acaba de se tornar parte de sua rotina, pensar sobre o por que.

 

Dicas para Experimentar: Estas três técnicas podem ajudar

1. Encontre uma atividade de substituição

Por exemplo:

  • Se você está entediado ou solitário, liga para um amigo ou membro da família.
  • Se você está estressado, tente uma rotina de yoga. Ou ouvir algumas músicas de bem-estar, fazer polichinelos ou dançando em torno de seu quarto até a vontade de comer passar.
  • Se você está cansado, repensar a sua rotina de dormir. Cansaço pode fazer sentir um pouco de fome e alimentos não vai ajudar se as noites sem dormir estão causando fadiga diurna.
  • Se você está comendo a procrastinar, abra os livros e faça esse trabalho de casa. Você vai se sentir melhor depois.

 

2. Anote as emoções que desencadeiam a sua alimentação. Uma das melhores maneiras de acompanhar é com um estado de espírito e comida diário

Anote o que você comeu, quanto e como você se sentiu com o que você comeu (por exemplo, entediado, feliz, preocupado, triste, louco) e se você estava realmente com fome ou apenas comeu por conforto.

Através do registro no diário, você vai começar a ver padrões emergentes entre o que você sente e o que você come.

Você vai ser capaz de usar esta informação para fazer escolhas melhores (como escolher limpar a cabeça com uma caminhada em torno do bloco, em vez de um saco de Doritos).

 

3. Muitas vezes, temos pressa para passar o dia sem realmente verificar com nós mesmos. Nós estamos tão estressados, sobrecarregados, que perdemos tempo para refletir

Em vez de comer quando você chega à porta, demorar alguns minutos para fazer a transição de uma parte do seu dia para outro. Ir sobre as coisas que aconteceram naquele dia.

Reconhecer como eles fizeram você se sentir: Feliz? Animado? Irritado?Preocupado? Ciumento? Abandonado?

 

Conseguindo Ajuda

Mesmo quando entendemos o que está acontecendo, muitos de nós ainda precisa de ajuda para quebrar o ciclo de comer emocional. Não é fácil, especialmente quando comer emocional já levou a problemas de peso e de autoestima.

Conselheiros e terapeutas podem ajudá-lo a lidar com seus sentimentos. Nutricionistas podem ajudá-lo a identificar seus padrões alimentares e começar com uma dieta melhor.

Especialistas em fitness podem obter produtos químicos para se sentir bem e seu corpo queima calorias através do exercício em vez de alimentos.

Se você está preocupado com a sua alimentação, fale com o seu médico.

Ele ou ela pode ter certeza que você alcançará seus objetivos de perda de peso com segurança e colocar você em contato com profissionais que podem colocá-lo em um caminho para um relacionamento novo, mais saudável com os alimentos.

medico emagecer mulher azul

 

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

– 10 INCRÍVEIS REMÉDIOS CASEIROS PARA ESCARAS (ATUALIZADO)
– 25 REMÉDIOS PARA TRATAR A DERMATITE SEBORRÉICA
– COMO SABER SE ESTOU GRÁVIDA SEM EXAMES: 3 TESTES TRADICIONAIS
– 10 REMÉDIOS CASEIROS PARA DOENÇA DE CROHN (ATUALIZADO)
– 10 REMÉDIOS CASEIROS PARA HÉRNIAS DE HIATO (ATUALIZADO)
– REMÉDIOS CASEIROS PARA A SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL (IBS)
– APRENDA UMA SIMPATIA PARA ENGRAVIDAR DE GÊMEOS NATURALMENTE
– 15 REMÉDIOS PARA TRATAR TINEA VERSICOLOR
– COMO SABER SE ESTOU GRÁVIDA NA PRIMEIRA SEMANA?
– PÃO INTEGRAL É MESMO UMA BOA OPÇÃO NO CONTROLE DO DIABETES?
– 20 REMÉDIOS CASEIROS PARA AUMENTAR ESPERMA (FERTILIDADE)
– QUAL A ALTURA E PESO IDEAL PARA CADA IDADE?
– CARDÁPIO DIETA DIABÉTICOS: ALIMENTAÇÃO PARA DIABÉTICOS
– DIETA DIABETES TIPO 2: NOVO CARDÁPIO DE NUTRICIONISTA
– 25 REMÉDIOS PARA TRATAR IRRITAÇÕES NA FACE
– PRINCÍPIO DE INFARTO SINTOMAS QUE VOCÊ PRECISA TER ATENÇÃO

O Que é Comer Emocional?
Avalie este post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.