Dicas de Saúde

Para que Serve o Medicamento Cloridrato de Paroxetina e Como se Administra?

O uso do Cloridrato de Paroxetina é um medicamento combatente dos transtornos depressivos reativos, graves ou ansiosos

A Paroxetina é um medicamento usado em casos graves de depressão, transtorno obsessivo compulsivo (conhecido como TOC), ataques de pânico, ansiedade, transtorno disfórico pré-menstrual ou estresse pós-traumático.

Sua atuação se pauta na influência que exerce sobre um hormônio suprarrenal específico, a serotonina.

para que serve o medicamento cloridrato de paroxetina e como se administra

Para que Serve o Medicamento Cloridrato de Paroxetina e Como se Administra?

O medicamento serve para restabelecer as condições normais psicológicas que implicam nas interações do ser humano com o meio no qual se insere e no modo como essa visão se manifesta dentro dele.

Interpretações negativas promovem a retenção de sentimentos negativos e reações adversas, como nos casos de ataques de pânico.

A Paroxetina, então, age biologicamente forçando o corpo a produzir e manter níveis de serotonina. A alta desse hormônio produzido naturalmente pelas glândulas endócrinas suprarrenais eleva a sensação de satisfação, felicidade e bem-estar.

Ela tem o poder de melhorar o sono, o apetite, a disposição e a propensão à relação interpessoal. Tais elementos que se perdem muitas vezes com o surgimento de um transtorno no sistema nervoso.

Por possuir as qualidades descritas, Cloridrato de Paroxetina é conhecido como inibidor da receptação de serotonina.

Administração

O acompanhamento médico é indispensável durante o tratamento com Cloridrato de Paroxetina, pois qualquer alteração no modo como se dá a ingestão pode alterar a função da droga.

  • Faça a ingestão por via oral com ou sem alimentação conjunta.
  • Alimentar-se junto com a dose diminui os riscos de enjoos.
  • Não é recomendável a mastigação do comprimido antes da sua ingestão.
  • A dose costuma ser tomada logo pela manhã todos os dias (no período menstrual, se o transtorno difórico for leve, talvez apenas 2 vezes por semana), mas isso é variável de pessoa para pessoa. A indicação deve ser dada por um profissional da área que analise o quadro individualmente.
  • Seu uso não deve ser feito concomitantemente ou dentro de um prazo de 2 semanas após o fim do uso de inibidores de monoamina oxidase e vice-versa.
  • Seu uso não deve ser feito concomitantemente com inibidores da enzima hepática CYP450 2D6.
    Esse medicamento está sujeito a interações inapropriadas com outras substâncias além daquelas já citadas. Antes do início da administração, deve-se comunicar ao médico a rotina com seriedade.
  • A dose diária varia de acordo com a necessidade. O máximo registrado é de 50mg e o mínimo é de 10 mg.
  • O período do tratamento pode chegar a alguns meses com o reajuste das doses diárias.
Para que Serve o Medicamento Cloridrato de Paroxetina e Como se Administra?
Avalie este post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.