Dicas de Saúde

Saiba Porque a Síndrome de Cushing Não Te Deixa Emagrecer

Veja Como Essa Síndrome Pode Atrapalhar Seu Processo De Emagrecimento.

Você sabe o que é Síndrome de Cushing e como ela pode alterar aspectos importantes do seu corpo?

A Síndrome de Cushing é uma doença causada do hormônio cortisol no corpo, também conhecido como o hormônio do estresse. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 50 mil pessoas vivem com essa doença atualmente.

Você Tenta Emagrecer e Não Consegue?

síndrome de cushing

Você Sabe Como o Estresse Pode Te Engordar?

O cortisol é produzido pela glândula suprarrenal em situações de estresse elevado. Ele é constantemente relacionado ao acúmulo de gordura e à perda de massa muscular. Por isso, ele é visto como um hormônio “vilão”. No entanto, a verdade é que, assim como todos os hormônios, o cortisol tem uma função muito importante para o organismo, apesar das doenças relacionadas, tanto com sua ausência quanto ao seu acúmulo no sangue.

Isso acontece porque o cortisol atua promovendo tanto o armazenamento quanto a liberação de gordura, pois intensifica a atividade das enzimas responsáveis por cada uma dessas funções. Por isso, a alta concentração de cortisol no corpo, por exemplo, leva à queima de gorduras. No entanto, quando essa elevação permanece por longos períodos de tempo, ela pode ocasionar alguns problemas típicos da Síndrome de Cushing.

Quando somos expostos a uma situação de estresse, nossas glândulas suprarrenais liberam o hormônio cortisol na corrente sanguínea, e é justamente o excesso desse hormônio que causa a Síndrome de Cushing, também conhecido como Hipercortisolismo.

Dessa forma, existem dois principais motivos pelos quais os níveis de cortisol podem ficar anormalmente altos:

  • Excesso de medicamentos corticoides, que é um potente anti-inflamatório;
  • Anomalia na glândula, ocasionando a produção excessiva do cortisol devido a tumor, entre outras causas.

Fatores de risco

O uso prolongado de medicamentos como corticoide está diretamente relacionado à ocorrência da síndrome de Cushing. E essa é justamente a função do medicamento: elevar os níveis de cortisol no organismo. O problema é se a concentração do hormônio for mantida por muito tempo no organismo. Neste caso, os sinais e sintomas da doença podem começar a surgir.

Por essa razão, pacientes que realizam tratamento para artrite, artrite reumatoide, asma, lúpus e outras doenças inflamatórias estão mais sujeitos a este tipo de síndrome, uma vez que o tratamento dessas doenças está ligado a utilização de corticoides.

Como Saber Se Você Tem Síndrome de Cushing / Hipercortisolismo?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.