Banner 2
Banner 1

Dicas de Saúde

O Que é Embolia Pulmonar Provocada por Trombose?

Conheça tudo sobre a Embolia Pulmonar.

5 (100%) 2 votes

Embolia pulmonar provocada por trombose é a parada da transição do sangue pelo pulmão. Ela é causada por um trombo que impede a saída e entrada de sangue no órgão.

Essa doença é grave e merece atenção com cuidados rápidos.

 

O Que é Embolia Pulmonar Provocada por Trombose?

O sangue possui uma alta e necessária qualidade de coagular por causa das plaquetas. Elas são células responsáveis pela cicatrização do corpo. Por exemplo, quando acontece uma ferida, as plaquetas se unem para parar a hemorragia e recuperar a região afetada.

No entanto, quando essas células são as paredes de veias e artérias machucadas, pode ocorrer um fenômeno onde o coágulo formado (trombo) bloqueia a passagem do sangue. Com isso, ele não transita normalmente e a nutrição de órgãos que deveriam ser irrigados fica prejudicada.

Esse acontecimento é a Trombose.

Normalmente, o trombo ocorre nos membros inferiores ou virilha, mas pode se soltar e se tornar um êmbolo (pedaço de coágulo que passa a vagar pelo fluxo sanguíneo) e, respondendo a corrente das veias e artérias, volta ao pulmão. Lá, ele só pára num vaso de tamanho menor que o dele, bloqueando a passagem do sangue.

O êmbolo interrompendo a passagem do sangue no pulmão caracteriza a Embolia Pulmonar.

A Embolia Pulmonar Mata?

Quando acontece a Embolia Pulmonar, o pulmão fica impedido de realizar as trocas gasosas necessárias para a respiração celular e para o funcionamento de todo o organismo. Sem respirar, a pessoa fica incapaz de nutrir todos os seus órgãos que, com o passar do tempo, necrosam. Acontece, então, a falência múltipla dos tecidos e dos próprios pulmões. Sem a respiração, a vida fica comprometida e a morte pode acontecer.

Contudo, há a possibilidade de um rápido socorro. Se for reconhecida a tempo a existência do trombo no pulmão, a situação pode ser contornada e o paciente tratado.

Fatores de Risco

  • Câncer
  • Histórico familiar de embolia e ataques cardíacos
  • Fraturas nos membros inferiores
  • Obesidade
  • Desordens na coagulação do sangue
  • Estilo de vida sedentário
  • Maior idade (acima de 60 anos)
  • Aplicação de estrogênio ou testosterona

Tratamento

O tratamento varia conforme a gravidade dos trombos, seus tamanhos e localizações, bem como a idade e o estado de saúde geral do doente.

As formas de tratamento são:

  • Uso de medicamentos orais chamados anticoagulantes. Eles afinam o sangue e desfazem o êmbolo.
  • Implantação de uma espécie de “tela” na veia de chegada ao coração para que os êmbolos ou trombolíticos fiquem retidos ali antes de chegarem ao pulmão.

Ainda não Entendeu o que é Trombose? Assista! (VÍDEO)

Veja como Ocorre a Embolia Pulmonar no Corpo (VÍDEO)

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.