Banner 1
Banner 2

Dicas de Saúde

As 4 Doenças Cardiovasculares Mais Comuns!

Qualquer dor no peito pode e deve assustar!

Avalie este post

Doenças no coração são a maior causa de mortes no mundo. O principal perigo está em que seus avisos, sintomas, não são claros e facilmente são deixados de lado.

A correria em que a maioria vive não deixa espaço para que se cuide do corpo ou ouça seus sinais.

Fato é que deve-se sempre estar atento às dores tidas ao longo do dia e procurar-se uma consulta médica imediata.

Assim como alguns sintomas significam problemas sérios, outros não. Mesmo com isso, é necessário, ao menos, conhecer a fundo as enfermidades mais populares do coração.

>> Recomendamos Para Você:

 

(VÍDEO) Dieta da Sopa Hospital do Coração perca 7KG

[videoyt]

[/videoyt]

 

(VÍDEO) A Melhor Dieta Para o Coração (GARANTIDO)

[videoyt]

[/videoyt]

as 4 doencas cardiovasculares mais comuns

 

Arritmia

A arritmia cardíaca é uma alteração na frequência de batimentos do coração quando realiza as contrações pela ida e vinda do coração.

Pode ser taquicardia (movimentos de contração numa velocidade maior que o comum, mais de 100 batimentos por minuto), bradicardia (mais lenta que o normal, com menos de 50 bpm).

Pode levar a fibrilação ventricular, acidente vascular cerebral e ataque cardíaco.

 

Infecções

As infecções no coração são feitas por agente externos do tipo vírus ou bactérias e, sem tratamento, lesionam gravemente o órgão inflamando-o e ferindo-o.

Recebem diferentes nomes devido a seus locais de atuação efetivos como endocardite, quando no interior do coração; miocardite, se na camada média do músculo; pericardite, ao inflamar a camada protetora do órgão chamada por pericárdio.

 

Doenças isquêmicas cardíacas

As doenças isquêmicas do coração significam a entrada deficiente de sangue rico em oxigênio bem como em nutrientes para que ele receba o conteúdo necessário para ter energia para que bombeie e, assim, distribua o sangue para todo o organismo.

 

Cardiomiopatia

Cardiomiopatia é o mau desenvolvimento do músculo cardíaco que o faz inflamar e aumentar de tamanho, tornando o tecido fraco.

Existem dois tipos de cardiomiopatia: dilatada e hipertrófica.

Na dilatada, as câmaras aumentam o tamanho esticando e levam com elas as fibras musculares.

Perde-se a força para contrair novamente e a circulação entra em deficiência, pois o bombeamento depende da contração.

Quando o caso é da hipertrófica, o ventrículo esquerdo fica enrijecido, grosso, bloqueando a passagem sanguínea para o coração prejudicando toda a transmissão para o corpo.

 

8 Dicas para evitar as doenças cardiovasculares mais comuns

  1. Não fumar.
  2. Não consumir bebida alcoólica exageradamente.
  3. Fazer exercícios de maneira regrada e regularmente.
  4. Manter uma rotina de sono.
  5. Cuidar de enxaquecas, estresse.
  6. Ter hormônios bem regulados.
  7. Não faze uso de drogas lícitas.
  8. Ir ao médico regularmente, caso tenha-se no histórico familiar alguma das doenças descritas.

ATUALIZADO: 16.01.17 (INFOGRÁFICO)

 

rp_medico-emagecer-mulher-projeto-novo-3-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300-1-197x300.jpg

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ | DICAS DE SAÚDE:

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ | REMÉDIOS CASEIROS:

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.